domingo, 8 de maio de 2011

Quando a gente se encontra em outra pessoa

Estou voltando do trabalho.

Não tenho nenhuma pendência, nenhum compromisso, nada pra resolver nesse minuto. Estou apenas voltando pra casa.

Aquela calma que nos acomete quando não tem nada pra fazer que me assoma...Que delícia!

Ando sem olhar pra trás, pros lados. À frente parece tão mais atraente!

Mal reparo quando chego no sinal de trânsito, no Largo do Machado, e em um gesto automático, coloco os braços pra trás e enlaço um braço no outro.

Só depois que atravessei a rua e passou a tensão dos carros acelerando na minha direção, quando ponho o primeiro pé no outro lado da rua que percebo meu braço gordinho, enlaçado na mão, que aperta pra achar os ossinhos do outro braço.

É imediata a imagem que vem na memória, de braços fininhos, estendidos atrás de um corpo magrinho e aparentemente frágil, em um vestidinho que reboleia de um modo só seu. Aquele pisar mole e gingado duro que eu conheço tão bem...

É imediato o sorriso no meu rosto, trazido pela lembrança, e a lágrima que ameaça escorrer, brotando lá do fundo da saudade!

E maior ainda foi essa saudade quando vi que esse gesto tão meu, tão nosso, se divide com outras pessoas que ao mesmo tempo sendo outras, são tão eu.

Não só pelo gesto, mas porque somos todos pequenas divisões de nós mesmos, que acabam se muliplicando e tornando-se outras pessoas, sabe?

Foi meu avô, que virou minha mãe, que virou meu irmão e eu, e todos nós quando calmos andamos de bracinhos pra trás.

E foi aí que eu percebi todo mundo em mim mesma, e que eu estava usando todo mundo pra amainar a saudade de todos eles, com um gesto só.

Mas que de todos eles, a maior era sempre dela. A maior pessoa em mim era ela. E sempre será.

Feliz dia das Mães, Eracizinha.

Feliz dia das Mães, Xuxus.

2 comentários:

Eraci disse...

0h minha linda...falando assim eu choro, te amo tanto, que nem sei o quanto. Saudades tb. Bjs.
PS.; seu potencial como escritora é bem considerável, sou e serei sempre sua maior fã.bjs

Fern. disse...

Eu gosto de você pela sua sinceridade! Vindo de você, "bem considerável" é bem considerável! Hahahaha! Te amo de montão, beijos da sua filhota! ;)

Postagens populares